Sobre nós

O encontro

Como nasceu o nome “Zenta”?

 

Tudo começou com um jogo de palavras...

 

Entrei nos "enta"...

 

Entrei "nosenta"...

 

Entrei "no Zenta"!

 

Esse jogo de sonoridade nos levou a escolher a palavra Zenta para nos representar!

Passada a fase dos "trinta", estamos todos nos "quarenta, cinquenta, sessenta, setenta", e por aí vai!

Somos um grupo, um clube, um estado de espírito, um espaço de informação e pertencimento. Somos ZENTA!

"Um mais um é sempre mais que dois", já cantava Beto Guedes em "O Sal da Terra".

Cerca de dez anos de amizade e muita identificação nos levaram a unir nossas ideias. Há algum tempo na fase "do Zenta" (nosso jeito de nomear os 40+), retomamos as conversas sobre esse momento e nossas vivências ─ tanto pessoais, quanto de nossas alunas de Dança e de Arteterapia.

Com um olhar diferenciado, decidimos colocar em prática a realização de um antigo sonho: o de falar para esse público, com foco principal no 50+. Passamos a buscar informações de qualidade e atualização constante sobre os temas pertinentes a essa faixa etária.

Acreditamos que, por meio de uma reflexão sobre os novos papéis desse segmento na sociedade, podemos contribuir para torná-la mais sensível e plural. Afinal, a expectativa de vida aumenta progressivamente e, com isso, cresce a procura por envelhecer de forma mais saudável e feliz.  

Queremos construir um caminho de mão dupla, como um espaço que entrega e também recebe experiências preciosas. Vamos, juntos, ampliar perspectivas para nos sentirmos completos e pertencentes, melhorando assim nossa qualidade de vida e facilitando também a percepção daquilo que nos fortalece.

Mas qual é a nossa proposta? 

 

Somos um canal de conteúdo útil e objetivo, voltado também para a promoção de eventos que fortaleçam o pertencimento.

Na seção Bem-estar, vamos trazer entrevistas exclusivas com renomados médicos e profissionais da área.

Na coluna Cotidiano, temas atuais e instigantes sobre moradia, moda e estilo, comportamento, finanças e outros que afetam as decisões do nosso dia-a-dia, assim como na editoria de Carreira, focada em educação e trabalho.

Já no Divirta-se, a ordem é relaxar e aproveitar os momentos de lazer, com dicas de filmes, jogos, livros, exposições e muito mais.

Em Acontece vamos compartilhar pesquisas, novidades tecnológicas, iniciativas de inovação, tudo o que se passa no Brasil e no mundo que pode ser interessante para o seu presente e o seu futuro.

Contamos com sua participação para enriquecer esse conteúdo e tornar esse espaço cada vez mais agradável e relevante!

Quem somos

Adriana Gordon

Atuo com pessoas acima da minha idade desde a adolescência. Paralelamente aos estudos, comecei a dar aulas de dança quando estava no 3o. ano do Ensino Médio, em 1985, e nunca mais parei.

Nos cerca de 35 anos de atividades do grupo de dança, somam-se dezenas de apresentações, programas socioculturais, viagens nacionais e internacionais, eventos variados. Assim como meus dançarinos acompanharam as diferentes fases da minha vida, eu também venho acompanhando o caminho de cada um deles, com desafios que perpassam os mais diferentes temas: trabalho, cuidado com os pais, filhos e até netos, despedidas, viagens, dor, conquistas, saúde, amor, vaidade, talento, superação, amizade e muito mais. Acredito ter no relacionamento com as pessoas da minha idade e da geração anterior uma missão e utilizo a dança como instrumento para socialização, identidade e vida saudável.

Sou advogada de formação (Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo) e trabalhei na área de Direito Civil por dez anos. Desde o ano 2000, atuo em Comunicação, buscando transformar conteúdos técnicos (principalmente jurídicos e médicos) em textos com uma linguagem jornalística simples e clara, acessível ao público leigo.

Lilian Avrucik Magalhães

Sempre me interessei por tudo que envolvia arte, tanto na vida particular, no dia a dia com a família, em passeios, viagens, quanto em meu  trabalho como arteterapeuta. Tudo sempre foi voltado para o  aprimoramento humano e o processo criativo. 

 

Cursei Escola Panamericana de Artes e Comunicação Social na Universidade Anhembi Morumbi, Fiz cursos de moda na Faap e trabalhei por cerca de dez anos com desenvolvimento de produto em confecção voltada a jovens senhoras, termo utilizado na década de 1990.

 

Mas o que mais despertou meu interesse foi o que observei nos cursos de Pós-Graduação que conclui, um de Arte e Desenvolvimento Humano (Faculdade Messiânica) e outro de Arteterapia (Universidade Paulista - Unip). Essa vivência me contagiou  por perceber o poder que a arte exerce sobre a vida das pessoas. Notei como ela é capaz de transformá-las, especialmente a do público mais maduro, a que passei a me dedicar com mais frequência. 

Realizo vários trabalhos e oficinas que fortalecem a auto confiança, o auto conhecimento e que melhoram o foco, a memória, a socialização e a cognição das pessoas.

 

Eu me encanto a cada dia mais com os resultados obtidos com o público do "Zenta".

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook
  • Instagram