ENTREVISTA - JOSÉ EDUARDO BARBOSA, PRESIDENTE DA OPERADORA FLOT VIAGENS

 

Z.: Nessa época do ano, geralmente muitos clientes já fecharam pacotes para réveillon, carnaval, férias

escolares, feriado de 25 de janeiro, entre outros. Como

está o movimento nesse momento?

 

JOSÉ EDUARDO BARBOSA: Está atípico, com bastante demanda para réveillon (destinos de praia no Brasil e

alguma demanda para Cancun e Punta Cana).

 

Z.: Como estão os protocolos nos diferentes hotéis e pousadas (lotação, refeições e adaptações)?

 

J.E.B: Todos os hotéis adotaram os protocolos definidos

em seus Estados. Os feedbacks dos clientes que já

viajaram estão 100% positivos, o que é muito bom.

 

Z.: Você poderia dar alguma dica para quem quer alugar uma casa ?

 

J.E.B.: Não operamos com casas de aluguel no Brasil. Entretanto, temos alguma experiência e a principal dica

é a de visitar a propriedade previamente à concretização

do negócio. Este mercado está bastante aquecido em

função das restrições de viagem.

 

Z.: Qual a melhor opção (praia ou campo) e o que

devemos observar ao procurar cada uma delas?

 

J.E.B.: As duas opções são boas. Talvez se consiga melhores preços para os destinos de montanha e campo.

 

Z.: Quais são os roteiros mais procurados nesse momento

e por que?

 

J.E.B.: Como estamos para entrar na temporada de verão, a maior demanda é para destinos de praia em todo o litoral do Brasil.

 

Z.: Como estão os valores em relação à mesma época em 2019?

 

J.E.B.: Os valores estão similares.

 

Z.: Com foco em pessoas maduras, o que daria de dica para uma viagem mais segura?

 

J.E.B.: Acredito que a principal dica é ter consciência da doença e seguir os protocolos básicos: máscara, lavar as mãos, procurar manter um certo distanciamento sempre que possível.

 

Z.: O que você está percebendo no mercado de turismo, quais as perspectivas para 2021?

 

J.E.B.: Estamos com demanda reprimida, as pessoas querem muito voltar a viajar. A demanda vem aumentando mês a mês e as pessoas estão aprendendo a viajar mesmo na pandemia. Em se concretizando a aprovação das vacinas, poderemos ter um bom 2º semestre de 2021.

 

Z.: Como os hotéis estão tratando o cancelamento? Por exemplo, no caso da pessoa não poder viajar se houver um "lockdown" ou se alguém da família ficar doente?

 

J.E.B.: Em geral, os hotéis estão sendo compreensivos e remarcando as viagens. Não temos tido problemas.

 

Turismo
Com demanda reprimida, setor de turismo detecta que as pessoas estão aprendendo a viajar na pandemia
  • LinkedIn ícone social
  • Facebook
  • Instagram